Semana Alagoana de Astronomia 2010


O CEAAL e o OAGLL realizaram uma semana de atividades em comemoração ao Dia Nacional da Astronomia. Confira o que aconteceu...
SEMANA ALAGOANA DE ASTRONOMIA 2010
semastro.jpg

No início do mês de Dezembro, entidades Astronômicas de todo o Brasil se reúnem para comemorar o Dia da Astronomia, dia 02 de Dezembro. Tal dia é também a comemoração do Nascimento de D. Pedro II, o chamado Príncipe Filósofo e Patrono da Astronomia no Brasil, que por sua dedicação às ciências, em especial às Astronômicas, o dia de seu nascimento foi escolhido como Dia Nacional da Astronomia.
SemAstro2010 042m.jpg

Em Alagoas, a tradição é realizar uma semana de atividades comemorativas, a Semana Alagoana de Astronomia. Este ano, a mesma foi realizada pelo Centro de Estudos Astronômicos de Alagoas e Observatório Astronômico Genival Leite Lima, com apoio da Secretaria do Estado, Secretaria de Ciência e Tecnologia e Usina Ciência/UFAL, nas dependencias do Observatório Astronômico Genival Leite Lima - Av. Fernandes Lima s/n - Farol (CEPA), do dia 29 de Novembro ao dia 04 de Dezembro, sendo os dias 29, 30 e 01, com atividades apenas no horário Noturno devido às provas do Processo Seletivo Seriado da UFAL e os dias 02, 03 e 04 com atividades distribuídas nos três horários.
 SemAstro2010 033m.jpg
Hall da sala de Astronomia
Algumas das atividades não puderam ser realizadas por motivo de força maior, como as apresentações do Planetário, uma das palestras e algumas oficinas devido a falta de público, porém, a semana conseguiu atender a comunidade escolar e residencial com diversas atividades.
Os primeiros dias de atividades consistiram em Observações públicas do Céu. No dia 30, Luiz Lima do Nascimento proferiu a primeira Palestra da Semana: PodCast Astroshow, um projeto para divulgação da Astronomia através da Internet.
100_5501.JPG
Luiz Lima e o Podcast Astroshow
100_5503.JPG
Ajustando o Telescópio para os visitantes observarem Júpiter
No dia da Astronomia, dia 02 de Dezembro, as atividades começaram por volta das 09h da manhã, monitores do Programa de Iniciação à Docência – PIBID – da UFAL, na Disciplina de Geografia da Escola Moreira e Silva, localizada no Centro Educacional de Pesquisas Aplicadas (CEPA), levaram cerca de 30 alunos do Primeiro ano do Ensino Médio para as oficinas de Constelário e Planisfério. Os mesmos puderam compreender como é dividido o nosso Céu e aprenderam conceitos básicos sobre Astronomia e as Constelações.
SemAstro2010 021m.jpg
Explicações iniciais de como montar o Planisfério
SemAstro2010 023m.jpg
Alunos constroem o Constelário
SemAstro2010 030m.jpg
Explicando como funcionam o Planisfério e o Constelário
100_5641.JPG
Rádio Difusora entrevista Adriano Aubert, diretor do Observatório
Durante a noite alguns visitantes foram observar o Céu através do Telescópio:
SemAstro2010 035m.jpg
SemAstro2010 037m.jpg
SemAstro2010 039m.jpg
Júpiter através do Telescópio
Visto o impacto causado nos alunos, os Monitores da Escola solicitaram um horário diferente dos existentes na programação para levar os alunos de outra turma para participar das oficinas. Sendo assim, no dia 03, as atividades iniciaram às 08h da manhã, onde 60 alunos do oitavo e nono ano da Escola Moreira e Silva visitaram o Observatório, participando de explicações da Exposição Paisagens Cósmicas e posteriormente realizando as oficinas de Constelário e Planisfério.
100_5600.JPG
8º e 9º anos do Moreira e Silva visitam a Exposição Paisagens Cósmicas
100_5602.JPG
Conhecem os fascínios do Universo através da exposição
100_5637.JPG
Iniciam-se as oficinas
100_5611.JPG
Realizando as oficinas
100_5631.JPG
A turma é didivida em seis grupos
100_5617.JPG
Produzindo o Constelário e o Planisfério
100_5639.JPG
Monitores auxiliam durante as oficinas
100_5641.JPG
Planisfério
Alunos julgaram as atividades interessantes para melhor compreensão da disciplina de Geografia e aprenderam um pouco sobre a Interdisciplinaridade da Astronomia.
No período da tarde, aproximadamente 40 alunos das Escolas D. Pedro II e Moreira e Silva, ambas do CEPA, visitaram o OAGLL e assim obtiveram explicações da Exposição Paisagens Cósmicas e assistiram vídeos referentes à origem do Universo, o Big Bang. Durante a noite, Romualdo Caldas apresentou a Palestra “Exoplanetas e a possibilidade de vida Extraterrestre”. Cerca de 20 pessoas estiveram presentes e posteriormente puderam observar Jupiter através do Telescópio.
Dia 04, ultimo dia de atividades, o OAGLL esteve aberto a partir das 09 da manhã, porém não houve público durante a manhã e a tarde, mas a noite houve a última palestra da Semana, ministrada por Adriano Aubert, diretor do OAGLL, e teve como tema “Um ano de Atividades do Observatório Astronômico Genival Leite Lima”. Referia-se à um relatório de Atividades, mostrando desde a idéia do projeto, em 2004, ao início das construções em 2008, até as atividades que desenvolve hoje, em 2010.
100_5699.JPG
Adriano Aubert e a Palestra "Um ano de Atividades do Observatório Astronômico Genival Leite Lima"
100_5694.JPG
Observando o Céu com os Telescópios
As atividades da semana foram encerradas às 22h no dia 04, atendendo um cerca de 150 pessoas durante toda a semana. Os visitantes puderam conhecer a exposição Paisagens Cósmicas, obtendo informações Astronômicas a partir da terra até os confins do Universo, realizar oficinas didáticas que facilitam a compreensão dos assuntos abordados em sala de aula, reconhecer o Céu através de Observações Públicas e assistir Palestras relacionadas à inserção da Astronomia no cotidiano.
O objetivo da semana foi cumprido, realizar atividades para que a sociedade alagoana usufrua de momentos de experimentação através da observação celeste, de construção de conhecimentos e de motivação para o estudo das ciências, em especial da Astronomia.
 100_5690.JPG
Confira aqui o folder do evento.

Kizzy Alves Resende

OAGLL entrega certificados de participação da 13ª Olimpíada Brasileira de Astronomia

Prof. Adriano Aubert do OAGLL entrega certificado de participação para
aluna Gabriela Maria de Melo da Escola Estadual Alfredo Gaspar de Mendonça

A Olimpíada de Brasileira de Astronomia e Astronáutica é realizada todo ano, desde 1998 e trata-se de uma importante atividade de ensino da Astronomia na educação básica. Promovida e organizada pelas Sociedade Astronômica Brasileira, Agência Espacial Brasileira e Furnas Centrais Elétricas S/A. As olimpíadas ocorrem em uma única fase e são abertas à todas as escolas do Brasil. Este ano, 784.390 alunos em 9.149 escolas participaram da XIII Olimpíada Brasileira de Astronomia. O Observatório Astronômico Genival Leite Lima participou do esforço em inscrever novas escolas na Olimpíada e está atualmente participando da entrega dos certificados aos alunos. O OAGLL também realizou cursos para alunos da rede pública procurando ajudar na participação das escolas alagoanas na XIII OBA. 

OAGLL no 13º Encontro Nacional de Astronomia e VI Encontro Interestadual Nordestino de Astronomia


Abertura do 13º ENAst e VI EINA,13 de novembro de 2010,  no auditório da UFRPE em Recife 
O Observatório Astronômico Genival Leite Lima esteve presente no 13º Encontro Nacional de Astronomia e no VI Encontro Inteerestadual Nordestino de Astronomia, VI EINA, realizados nos dias 13 e 14 de novembro de 2010 na Universidade Federal Rural de Pernambuco em Recife. Os encontros contaram com a participação de mais de quatrocentos inscritos de todas as regiões do Brasil. Instituições como Observatório Nacional, Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Observatório Antares, Observatório Municipal de Campinas, Jean Nicolini, Rede de Astronomia Observacional e muitas outras se fizeram presentes para a divulgação e socialização de seus trabalhos.
Prof. Adriano Aubert apresenta o trabalho "O primeiro ano de Atividade do
Observatório Astronômico  Genival Leite Lima em Alagoas"
Participantes dos 13º ENAst e VI EINA em Recife
Professores Júlio Lobo (esquerda), Adriano Aubert (centro) e Nelson Travnik (direita) Discutem o trabalho do observatório em Alagoas
O professor Adriano Aubert, coordenador do observatório, apresentou o trabalho "O Primeiro ano de Atividade do Observatório Astronômico Genival Leite Lima em Alagoas". O trabalho foi muito elogiado e em forma de painel e apresentação oral expôs as ações realizadas pelo OAGLL em 2009 e 2010. O professor relatou os histórico do projeto do observatório pioneiro em nossa região, destacou as atividades em prol do ensino e da divulgação das ciências astronômicas em Alagoas. Autoridades como o Professor João Batista Garcia Canalle, coordenador nacional da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica parabenizou pelo trabalho e se dispôs inclusive a colaborar com nosso trabalho  realizando aqui em Maceió um Encontro Regional de Ensino de Astronomia. Os professores Nelson Travnik e Júlio César Lobo ambos renomados divulgadores científicos brasileiros também nos cumprimentou pelo trabalho junto ao OAGLL.

Professor João Batista Garcia Canalle, coordenador nacional da Olimpíada Brasileira
 de Astronomia e Astronáutica conhece o trabalho do observatório
Prof. Adriano é convidado a compor a mesa da assembléia final dos encontros.

O Observatório leva o telescópio à escola

Noite de observação celeste na Escola Aurelina Palmeira
Nos dias, 13 e 15 de outubro de 2010, o OAGLL levou um telescópio às escolas estaduais Dr Júlio Auto e Professora Aurelina Palmeira, ambas no bairro do Vergel do Lago em Maceió. As escolas, que no mês de setembro haviam recebido a exposição Paisagens Cósmicas e a apresentou aos seus alunos, puderam observar os vales , crateras lunares, Júpiter e seus satélites através do telescópio.

Na escola estadual Dr. Júlio Auto admiração com a superfície da Lua vista ao telescópio
Na noite do dia 13, uma quarta feira, os alunos da escola Dr. Júlio Auto receberam a equipe do observatório e ficaram admirados com a clareza de detalhes observada na superfície lunar. As crateras, as montanhas, os mares lunares eram reais e não fotos no livro de Ciências ou Geografia. Alguns alunos até desconfiaram. Achavam que se tratava de um truque, que estavam observando uma foto dentro daquele tubo metálico (o telescópio). Mas, encobrindo a entrada de luz do instrumento, logo perceberam que estavam vendo a superfície da Lua ampliada. Depois voltamos o telescópio para Júpiter. O planeta estava bem alto no firmamento e apresentava seus quatro satélites: Calisto, Ganimede, Io e Europa. Espanto geral quando mencionamos que aquela bolinha, o planeta Júpiter, era o maior do Sistema Solar e que dentro dele cabiam mais de mil planetas Terra!!! Ficamos na escola até as 21:30h.

Admiração e surpresa ao observar ao telescópio
Na noite do dia 15,sexta feira, fomos a escola Aurelina Palmeira. Chegamos por volta das 19:30h e encontramos  um grande número de alunos, que logo se prontificaram a ajudar com o telescópio e ansiosos para ver a Lua e Júpiter, logo fizeram uma fila. Observamos os mares lunares: Serenidade,Tranquilidade, Fecundidade, das crises e da chuvas. Reconhecendo-os, depois algumas crateras lunares, Tycho, Ptolomeus, Proclus. Alunos inquietos e curiosos nos faziam muitas perguntas, as vezes duas ou três ao mesmo tempo. Como na escola anterior, observamos Júpiter e o espanto foi igual. Ficamos observando a Lua e Júpiter até as 22:30h.

Curiosos e inquietos alunos da escola estadual Aurelina Palmeira 

Foram noites especiais e agradáveis, onde a comunidade daquelas escolas puderam entrar em contato com algo novo, que estava sempre lá, mas que passava desapercebido. Os horizontes daqueles alunos se alargaram e uma nova percepção do universo começou em suas mentes.  

OAGLL leva foguetes à escola

video


Durante a semana de 4 a 10 de outubro de 2010, a ONU e a Unesco promoveram a semana mundial do Espaço,  World Space Week.O Objetivo foi o de difundir e comemorar a exploração espacial, O Observatório Astronômico Genival Leite Lima paticipou do evento lançando foguetes e fazendo a festa dos estudantes de três escolas estaduais em Maceió.

Explicando o que são e como funcionam foguetes, sondas, satélites e naves espaciais

Nossa plataforma de lançamento e foguete posicionado

 O OAGLL levou foguetes de álcool e após uma breve explanação do evento e do funcionamento de foguetes, sondas, satélites e naves espaciais, efetuou os lançamentos dos foguetes  nas escolas estaduais: Professor José Vitorino da Rocha, Dom Pedro II e Alfredo Gaspar de Mendonça. O evento foi estimulante e motivador, despertando a curiosidade e o interesse dos alunos.

Números da Semana Mundial do Espaço.

       Dias de atividades: 03 dias (05, 06 e 07 de outubro)
       Lançamentos realizados: 14 lançamentos
       Escolas atendidas: 03
       Público atendido: 650 (estudantes e professores)

A Oficina Terra e Espaço

Visualizando a fase crescente da Lua

Nos dias, 11, 18 e 25 de setembro de 2010, realizamos uma série de atividades práticas com o objetivo de ajudar as futuras professoras e alunas da escola estadual José Correia da Silva Titara, no CEPA com conteúdos de Astronomia para as séries iniciais da educação Básica. Denominamos este conjunto de atividades Oficina Terra e Espaço. A  metodologia adotada foi a de montar e experimentar objetos para um ensino lúdico e significativo. Apresentamos também o observatório, seus instrumentos e como poderemos utilizá-lo no ensino de ciências.

As aulas dos dias 11 e 25 foram realizadas nos laboratórios do Centro de Ciências e Tecnologia da Educação, CeCITE e do Núcleo de Tecnologia da Educação, NTE, que é um dos grupos constituintes do CECiTE. A aula  do dia 18 setembro aconteceu na escola estadual  José Correia da Silva Titara. Contamos com a participação de quatro alunas do segundo ano do curso normal e uma do primeiro ano. As aulas ocorreram das 8h as 12h. 
As atividades e conceitos foram desenvolvidas segundo cronograma abaixo.

Data
Horário
Atividade
11/09
Sábado
08:00h
A Terra a Lua e os movimentos no céu.
  - O Movimento diurno (Maquete da Terra com     observador);
  - As fases da Lua;
  - Construindo um relógio solar com garrafa PET;
  - O Movimento de Translação da Terra;
  - As estações do ano;
10:00 h
O Sistema Solar.
  - Construindo uma maquete do Sistema Solar;
  - A dança dos planetas;
  - Entendendo as configurações planetárias com a maquete do Sistema Solar.

18/09
Sábado
08:00h
As estrelas e as constelações.
  - Entendendo as constelações construindo um constelário;
  - Vamos montar um planisfério?
10:00 h
Aprendendo a jogar com o Universo.
   - O Jogo da memória do universo;
   - Corrida espacial;
 

25/09
Sábado
08:00h
O Universo dentro do computador.
   - Conhecendo alguns programas planetários;
   - Sites para estudos e referências
10:00 h
Visita ao Observatório.
  - A Exposição Paisagens Cósmicas;
  - Em quê o Observatório pode ajudar?

Entendendo o dia e a noite com uma maquete

Inicialmente pedimos, após orientações, que cada aluna abrisse um blog onde poderia descrever, criticar, sugerir melhorias para as atividades. Ressaltamos o uso da informática como recurso para lpanejamento, registro e atualização dos professores.Em seguida discutimos como explicar aos alunos a forma da Terra e seus movimentos de rotação  e Translação. Utilizamos uma maquete da Terra feita com uma bola de isopor e mapas das constelações zodiacais afixadas nas paredes da sala. Para discutir o dia, a noite e a passagem do tempo construimos um relógio solar com palito de churrasco e garrafa plástica. No final do primeiro dia de aula encerramos com a construção de uma maquete do sistema solar na escala 1/7.000.000.000. A maquete representou os tamanhos dos planetas. 

Construindo uma maquete do Sistema Solar
A Maquete do Sistema Solar

Testando o relógio solar
No segundo dia de aula, retomamos a discussão do movimento da Lua. Utilizamos uma bola de isopor e o abajur para visualizarmos as fases das Lua. Discutimos também algumas configurações planetárias utilizando a maquete do sistema solar, substituímos o Sol (Isopor) pelo abajur. Construímos em seguida, um constelário  que consiste de uma caixa que nos permite ver uma constelação. Depois montamos dois jogos: Astro Dominó e Astro Memória e jogamos para experimentar contamos com a participação de dois alunos especiais, Marcelo (11) e Eduarda (9).   

Visualizando as fases da Lua

Entendendo como observar as fases da Lua
Construindo um Astro Dominó
Experimentando o Astro Dominó
No terceiro e último dia de nossa oficina, fomos até o laboratório de informática do Núcleo de Tecnologia Educacional para conhecer programas planetários. Primeiro apresentamos às alunas o programa KStars para a plataforma Linux. Depois utilizamos o Cartes du Ciel para Windows. Nos programas alunas aprenderam a configurá-los para data e local desejados. Aprenderam também a se localizar com os pontos cardeais e assim  utilizar os programas para ajuda em uma observação real. Aprenderam também como localizar um planeta, estrela, constelação ou outro objeto celeste utilizando comandos nos programas. Depois montamos um planisfério desenvolvido pelo OAGLL para a sala de aula.Este planisfério utiliza apenas cartolina, fotocópias, cola e tesoura. Comparamos a visualização do céu com  planisfério e com os programas de computador. O resultado foi muito bom. Em seguida, apresentamos às alunas o Portal do Professor do MEC. Dando destaque para os materiais para o ensino de Astronomia disponíveis no portal. Concluímos apresentando outros sítios da internet  que poderão servir de referências futuras. Para concluir a oficina fomos ao observatório onde apresentamos a exposição paisagens cósmicas. Visitamos o observatório e discutimos em como ele poderá ser útil para o desenvolvimento de aulas de campo, atividades práticas e motivação dos alunos para a ciência. Após a entrega das declarações de conclusão da oficina, agradecemos a participação das alunas convidando-as a visitarem o observatório e fazerdo do espaço um lugar mais especial. 

Montando o planisferio
Comparando o planisfério com o programa planetário KStars
Conhecendo a exposição Paisagens Cósmicas

Turma da Oficina Terra e Espaço conhecendo o observatório 





Semana Mundial do Espaço 2010

wsw 
Na semana de 04 a 10 de outubro de 2010 as Nações Unidas promovem a Semana Mundial do Espaço ou World Space Week WSW(http://www.worldspaceweek.org/). O evento, anual, tem o objetivo realizar atividades para a educação espacial em todo o mundo. Os principais participantes da semana incluem: clubes de Astronomia, departamentos de Astronomia em universidades, empresas aeroespaciais, empresas, agências, espaciais governamentais, bibliotecas, clubes de foguetes, observatórios, planetários, museus de ciência, escolas, sociedades espaciais.
              A organização da WSW está convidando a todos, associações, organizações e grupos que desenvolvam atividades relacionadas ao espaço, para participar. Seja realizando atividades presenciais ou on-line sobre a exploração espacial e espaço. Se o seu grupo estiver interessado em participar, entre em contato com a coordenadora nacional a Sra. Tania Sausem (E-mail: tania @ltid.inpe .br ), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)., planeje o seu evento e inclua no calendário no site internacional WSW na páginahttp://www.worldspaceweek.org/new_event.php.
              Apos a semana, adicione no calendário disponível no link acima, um relatório sucinto do evento, incluindo número de participantes, impressões da imprensa e outras informações que considerar relevantes. Inclua as melhores fotos do evento para o relatório da Semana Mundial do Espaço, publicado anualmente pelas Nações Unidas.
              Para conhecer mais sobre a World Space Week visite o sitehttp://www.worldspaceweek.org/